Erick Vinícius On abril - 11 - 2012

Review | Desenho: Ultimate Spider-Man – Episódios 1 e 2

Confiram abaixo um review enviado pelo aracnofã Marcelo Augusto sobre os dois primeiros episódios do novo desenho do Homem-Aranha.

Esta é a sétima versão do desenho do amigão da vizinhança e o que esperar dela? Depois da “Spectacular Spider-Man” ter acabado abruptamente devido a compra da Marvel pela Disney, estréia uma nova série que, pelo menos pelos primeiros episódios, promete ser muito interessante.
Como o nome diz, o ambiente é baseado no universo ultimate, Peter ainda é adolescente e está na escola. Embora o episódio seja o primeiro, não é de origem, ele já se encontra em atividade a quase um ano. No entanto, para os desavisados que acabaram de chegar de outra dimensão, ou mesmo de outro planeta, temos em um rápido recordatório a clássica origem do homem aranha: picada de aranha, morte do tio Ben, “grandes poderes trazem grandes responsabilidades”.
Assim como no universo ultimate temos Mary Jane e Harry Osborn como melhores, e talvez únicos, amigos de Peter; Flash Thompson só aparece para enfiar o nerd aracnídeo no armário. Gwen Stacy não existe; Tia May é superdescolada, trabalha fora e faz yoga; o Clarim diário é digital; J.J.Jameson só apareceu em vídeo, falando mal da ameaça de teias claro; e Nick Fury é negro e sabe de tudo que se passa neste universo. O personagem mais inusitado é o bom e velho Stan Lee, o faxineiro da escola.
Os dois primeiros episódios funcionam como introdução a série, o primeiro vilão que aparece é o Ardiloso, já é a quarta vez que eles se encontram naquela linha do tempo e o Homem-Aranha só se deu mal até então. Desta vez consegue capturá-lo, mas não sem antes destruir toda a rua, Nick Fury então aparece convidando o aranha para ser treinado pela SHIELD, mas o convite é negado. Peter volta atrás depois de ser atacado pelos parceiros do Ardiloso, o Quarteto Terrível composto por: Garra Sônica, Mago e Thundra, nenhum deles inimigos tradicionais do cabeça de teia. Neste episódio ainda temos um vislumbre dos verdadeiros inimigos do aranha: Octopus, que parece mais perturbado que o comum e responde diretamente a Norman Osborn, este pretende controlar o Aranha.
No segundo episódio somos apresentados aos Novos Vingadores, grupo de jovens heróis em treinamento formado por: Punho de ferro, Luke Cage, Nova e Tigresa Branca; Curt Conors aparece como um cientista da SHIELD que constrói gadgets com a temática aracnídea, entre eles uma moto que gruda nas paredes, o Aranha-Cilclo, referencia direta ao Buggy Aranha da década de 70 e um ótimo caça níquel para o dia das crianças e o natal ; e o agente Colson, que a primeira vista desconfia de Peter por causa das matérias de J.J. no Clarim.
Tecnicamente o desenho é bem cartunesco, as piadas são constantes e agradam tanto crianças como velhos fãs do cabeça de teia. Uma forma interessante de apresentar novos personagens, ou mesmo pensamentos de Peter é o efeito de realidade pausada: a história para e temos um recordatório, ou comentários do Peter sobre alguém ou sobre o momento em questão. Outros efeitos especiais lembram bastante o mix de realidade com vídeo game utilizados no filme “Scott Pilgrim contra o mundo”.
Outro elemento que não entrarei em detalhes, para acabar não contando tudo é a referência à antiga “Homem Aranha e seus amigos”, agora com muito mais amigos. Enfim, é uma série que está só no início, mas promete ser bem interessante. Assistam!

Excelsior!

Sobre o Autor

Erick Vinícius tem 29 anos, é cristão, formado em Engenharia Elétrica, projetista de esquemas elétricos de automóveis e, logicamente, maluco pelas histórias do Homem-Aranha!

VÍDEOS

Navegador de Podcasts





PADRIM

Padrim3

Visite Nossa Loja Virtual

Loja Virtual

CANAIS

Feeds Twitter You Tube Instagram Facebook

Fan Page

9ª Arte