Ewerton On maio - 21 - 2012

Review | Homem-Aranha (2002) #63

Olá pessoal, para começar bem a semana venho trazer para vocês o desfecho da saga O Outro – Evolução ou Morte que foi lançada aqui no Brasil pela Panini em Março de 2007 com um total de 100 páginas pelo valor de R$6,90.

Geralmente eu posto o nome da história, sinopse e onde ela foi originalmente publicada, mas hoje farei diferente e postarei o nome da história e onde ela foi originalmente publicada e depois coloco um resumo do que acontece nestas três histórias, então vamos lá.

Primeiro temos a história Ataque Pirata publicada originalmente em Friendly Neighborhood Spider-Man #04, logo após temos a história Filho do Destino publicada originalmente em Marvel Knights Spider-Man #22 e por último fechando a saga O Outro temos Post Mortem publicada originalmente em Amazing Spider-Man #528. Nestas três histórias que fecham a saga O Outro temo o Peter aproveitando a sua “nova vida” depois de ganhar um corpo novo, mas ainda existem segredos a serem desvendados em meio a toda essa história de sua “ressurreição”. Também temos a volta de Flash Tompson reapresentando um desmemoriado louco para azucrinar Peter novamente, além de uma pontinha do hilário Sr. Zelinsky, o alfaiate dos heróis e dos vilões também. Nota: 4,0

Finalizando está edição temos também o arco final de The Pulse onde Jessica Jones relembra como foi o seu primeiro encontro com Luke Cage. Nota: 4,0

Pontos Positivos: Um grande ponto positivo desta edição é uma cena em que o Homem-Aranha resgata uma garotinha de escombros de um prédio que venho abaixo, neste momento ele explora o seu novo potencial e seus novos poderes. Quem merece destaque também é o Wieringo, com seu estilo meio infantilizado, mas bonito, e Deodato, com sua arte realista, porém, foram ótimos, como sempre. 

Pontos Negativos: A arte das histórias continua muito boa, sempre com a exceção do péssimo Pat Lee, que provavelmente nunca observou o tamanho real de um pescoço humano.

Nota Geral: 4,0

Diferente das edições anteriores onde tínhamos um roteirista por edição, dessa vez, os três roteiristas dividiram a autoria dos capítulos finais da saga, ficando cada um com uma parte. Na verdade, foi tudo bem tranqüilo agora, como um desfecho deve ser mesmo: depois das emoções maiores do meio do arco, é a hora de dar aos leitores – e ao próprio Peter – um espaço para poderem respirar. Mas lógico, como toda história em quadrinhos, sempre se tem que deixar alguns ganchos para aventuras futuras, como o surgimento do “outro” do Homem-Aranha e as suspeitas de Tony Stark, Reed Richards e Henry Pym sobre seu miraculoso retorno. Tudo foi misturado, então, de maneira que o caldo resultante foi um bom final. Acredito que estes novos e estranhos poderes do Homem-Aranha ainda vão render ótimas histórias nas edições vindouras. 

Em The Pulse encerrou com chave de ouro a edição e manteve a proposta do título. Seguindo sempre em um ritmo bem conduzido, mesclando ação com bons textos e humor inteligente, a série mostrou que é possível contar boas histórias de super-heróis sem precisar recorrer a grandes sagas ou a viagens aos confins do universo. Os desenhos também mantiveram-se constantes durante o arco todo, combinando bem com o flashback das missões noturnas de Jessica.

Encerro aqui está review que abre a semana, agora que finalizei a saga O Outro – Evolução ou Morte, vou tentar trazer para vocês as reviews das edições atuais das revistas do Aranha, dando continuidade de onde eu tinha parado, acho que foi a edição #115, então fiquem atentos porque está semana tem mais. Até a próxima galera.

 

Sobre o Autor

Tenho 21 anos, sou fã ávido de HQs e afins, aspirante a Engenheiro, viciado em games, internet e livros. Especialista em Xbox 360. Sou apenas mais um fã do Homem-Aranha neste enorme mundo.

VÍDEOS

Navegador de Podcasts





PADRIM

Padrim3

Visite Nossa Loja Virtual

Loja Virtual

CANAIS

Feeds Twitter You Tube Instagram Facebook

Fan Page

9ª Arte