Homem-Aranha (Spider-Man, 2002) estreou nos cinemas há 10 anos atrás, quando a tecnologia ainda estava em desenvolvimento e havia muita ‘desesperança’ por parte dos fãs que esperavam uma adaptação das HQ’s digna para o Aranha nas telonas o mais rápido possível. Aliás, nem que fosse muito rápido: bastava o filme ser realmente de uma grandeza á altura deste verdadeiro símbolo que Stan Lee criou para os quadrinhos. E foi por trás dessa grande expectativa e de uma vontade da produtora – Columbia Pictures – de dar uma resposta ao até então recente X-Men, também uma adaptação, que Homem-Aranha chegou às telonas na época, causando grande impacto em todos aqueles que acreditavam (e até mesmo os que não o faziam) no sucesso dessa produção da Marvel Studios.

A história da Homem-Aranha é muito parecida com a das revistas em quadrinhos; Aliás, parece que o gibi do aracnídeo foi realmente utilizado como um roteiro para que o filme fosse feito. Peter Parker (Tobey Maguire) aparece aos espectadores como um verdadeiro ‘perdedor’. Tratado mal por todos ao seu redor no Ensino Médio, Parker vai construindo seu caminho para o que virá a seguir em sua vida: a fase adulta. Mas não é exatamente o que acontece com ele, pelo menos não de modo normal. Numa expedição a um laboratório, o filme nos mostra como os poderes de Peter foram adquiridos de forma muito boa, sem fugir de algo crível ao público: uma simples picada de uma aranha mudou sua vida completamente.

Peter ganhou os poderes dessa aranha que era geneticamente modificada, passando a soltar teias pelos pulsos e a escalar paredes. Esses poderes não são muito bem explicados, o ‘como’ de cada um, mas isso acaba se tornando um fator positivo, pois dá mais rapidez à trama. Peter então tenta impressionar a belíssima Mary Jane (Kirsten Dunst), mas acaba sempre agindo como um babaca na frente dela, o que não facilita muito as coisas…

Por um lado, vemos o Peter nerd, antissocial e inteligente e por outro, vemos o Homem-Aranha, que se mostra valente, forte e com piadas ‘afiadas’ até certo ponto. Piadas que são utilizadas contra seu inimigo, o Duende Verde, que é na verdade o frustrado Noman Osborn (Willem Dafoe), que decidiu adotar a identidade depois de ter ido à falência.
Com essa ameaça à solta e amedrontando a população, o Homem-Aranha procura salvar a cidade e resolver seus problemas sociais e normais de qualquer pessoa, como o relacionamento com Harr (James Franco) e a aceitação de que ele agora namora a ‘pessoa dos sonhos’ de Peter, Mary Jane.

Willem Dafoe esteve realmente bem em seu papel como o Duende Verde, parecendo realmente a ‘personificação do mal’ na tela, com olhares desafiadores e demoníacos. Tobey Maguire também atuou de modo bom, mesmo com um personagem que sempre aparece mascarado; Como Peter, fazendo papel de bobo na escola e no trabalho, se mostrou excepcionalmente uma boa escolha feita pelo diretor.

É claro que por causa da ‘apresentação’ do personagem aos espectadores, algum tempo extra de ação pode ter sido perdido no filme, mas nada muito significante e que também, caso a introdução fosse muito rápida, poderia causar críticas ruins dos fãs e também dos que vão aos cinemas por causa do Homem-Aranha mesmo, aqueles que não acompanham quadrinhos mensalmente.

No fim, percebemos que tudo o que Sam Raimi tentou fazer deu certo no filme, como os ângulos ‘radicais’ das câmeras e o roteiro baseado na revista do aracnídeo. Ou seja, Homem-Aranha provou que toda a espera e a expectativa valeram a pena. A grande responsabilidade de se fazer um filme bom pareceu ser tarefa fácil para Sam e todos os que trabalharam na produção do filme, que também contou com excelentes efeitos especiais nas cenas de ação. E que venha o próximo.

Sobre o Autor

Matheus Pessôa tem 15 anos e é fã do Homem-Aranha desde os 4.Sempre ligado nas séries de TV e nos jogos do heró, principalmente os mais antigos.Um pouco mais tarde encontrou o caminho das HQ's Marvel, pelo qual segue até hoje e ainda seguirá por muito tempo...

VÍDEOS

Navegador de Podcasts





PADRIM

Padrim3

Visite Nossa Loja Virtual

Loja Virtual

CANAIS

Feeds Twitter You Tube Instagram Facebook

Fan Page

9ª Arte