Presto Gaudio On novembro - 7 - 2012

[Review] Spider-Man (S01E14) – Awesome

O episódio da semana começa com um recordatório da semana de Peter Parker e revela que a equipe do desenho possui péssimos continuístas, ou o herói enfrentou o Tufão na segunda-feira mais uma vez? No entanto o principal vilão deste episódio é o Fanático. Mantendo a confusão na história temos outro problema ainda maior: elaborar algo para a feira de ciências da escola com o Luke Cage!!!

O recordatório mostra-o enfrentando diversos problemas durante a semana e sempre que Cage o confronta sobre a necessidade de fazer o trabalho para a feira de ciências Peter fala que no dia seguinte ele pode. Há uma interessante indagação feita pelo próprio Peter que quem acompanha quadrinhos muitas vezes faz, principalmente quando os problemas ocorrem na “casa” da maioria dos heróis das HQ, Nova York: “Não existe outro super-herói para resolver isso? Parece que nunca temos ajuda quando precisamos, por que não criar clones-aranha para a próxima feira de ciências?”. Desta última constatação os fãs querem distância.

Finalmente, chega o dia da feira de ciências e Parker não fez nada, mas tem uma brilhante idéia. Faltando apenas uma hora para o evento vai a toda velocidade para o aero-porta-aviões da SHIELD procurar algo que possa usar. Neste momento temos pequenos e interessantes easter-eggs aparecendo no laboratório do Dr. Curt Conors: o nulificador total, o cubo cósmico, Howard vestido com roupa de marinheiro, mas Peter resolve pegar emprestado um curioso bloco cinza que reage ao toque e estava contido num campo magnético.

O herói coloca o bloco cinza em sua bancada e ao se distrair o bloco “ganha” pequenas pernas e braços, pula da bancada e começa a andar pelo saguão comendo tudo que vê pela frente. Quando os heróis percebem que seu projeto de ciências fugiu, ele já está com mais de 3 metros de altura e completamente descontrolado. Neste momento que descobrimos, com ajuda do agente Colson, que o inofensivo bloco é um andróide super-tecnológico que possui inteligência artificial limitada, mais conhecido por Andróide Invencível.

Conhecido pelas coincidências e “roteirismos”, o Andróide, agora com mais de 15 metros de altura, foge da escola e, quando está prestes a engolir um trem urbano, reencontramos o Fanático que estava num dos vagões do trem. O Fanático é rapidamente preso depois de este tentar enfrentar o andróide e ser engolido pelo mesmo. Quem derrota o vilão por fim é Luke Cage que, ao perceber que o Andróide Invencível sofreu dano ao pisar num carro de sorvetes, rapidamente corre para a feira de ciências e pega o experimento da Tigresa com nitrogênio líquido e o joga goela abaixo do Andróide, que por sua vez, reverte à forma de um bloco cinza. Um fator a se levar em conta nessa série é a tentativa de tornar os personagens mais humanos e o Homem-Aranha é conhecido por ter diversas falhas, mas nunca tinha visto ele com inveja, sentimento que surge quando Cage consegue resolver o problema “científico”, e não ele, que se considera o cientista do grupo.

Sobre o Autor

Colecionador de quadrinhos desde A Morte do Super-Homem (antigamente, era assim que se escrevia). Já o Homem Aranha foi a fatídica saga do Clone que, podem me criticar, eu gostei, embora tenha acabado muito ruim e terem exterminado qualquer consequência. Historiador de formação que ainda sonha em ser arqueólogo.

VÍDEOS

Navegador de Podcasts





PADRIM

Padrim3

Visite Nossa Loja Virtual

Loja Virtual

CANAIS

Feeds Twitter You Tube Instagram Facebook

Fan Page

9ª Arte