Presto Gaudio On outubro - 18 - 2013

Homem-Aranha 141

Em setembro tivemos um mês complicado para os colecionadores, diversos atrasos na entrega das revistas mensais em banca causaram revoltas nos fóruns e sites especializados. Felizmente a revista saiu, ou seria infelizmente? Pois é, essa edição não foi das melhores, em parte ter 1/3 dela desenhada pelo Humberto Ramos, a outra é justamente devido ao final do arco do Alfa.

Esta edição brasileira reuniu os números 693 a 695 de Amazing Spider-Man, lançados em novembro e dezembro de 2012 nos EUA. O roteirista Dan Slott parece ter encontrado uma formula interessante para seus arcos que se estabilizaram em três edições. Desta vez temos o fim do arco do irritante Alfa e o início de mais um arco, agora do Duende Macabro.

Chacal

O final da história do adolescente apresenta alguns elementos inesperados como o retorno meteórico do Dr.Miles Warren. Este aparece com mais um de seus planos mirabolantes, agora clonar (sempre isso) o adolescente Alfa com objetivos de conquistar o mundo (certo Pink?). O pior não é a motivação rasa, o Chacal nunca foi um poço de profundidade dramática, mas a forma como ele apareceu e desapareceu (da gosma veio e para lá voltará) que irritou. Parece que cada vez que esse personagem aparece, mais restolho e inútil ele é.

Terminus

Na edição seguinte temos mais descaracterizações físicas (alguém me explica como o Humberto Ramos ainda tem emprego) e psicológicas dos Vingadores. Afinal não é a primeira vez que o planeta Terra é invadido por alienígenas, para que chamar um adolescente incontrolável que mal sabe o que fazer com os poderes? Além disso, tivemos um Peter que só pensava em se livrar dos poderes do pupilo, motos voadoras que suportam pulsos eletromagnéticos, JJ agradecendo o Homem-Aranha (muito obrigado? Você salvou minha família mais uma vez? Graças a você?… é um Skrul certo?). Por essas e outras eu me desanimava a cada página lendo esse arco.

DM

Felizmente o arco seguinte foi animador, embora seja a primeira parte, ela me apontou para algo promissor. A começar pelos desenhos de Giuseppe Camuncoli, que antes me incomodava apenas ao desenhar olhos vidrados nos personagens, parece que está aprendendo e melhorando a cada edição. Quanto à história, acompanhamos os testes da máquina embaralhadora de sinal aranha do Tiberius Stone e encomendada pelo Wilson Fisk, o Duende Macabro original (ou Exterminador se vcs repararem bem) preparando uma armadinha para o atual e a Madame Teia se preparando para uma grande enxaqueca (é interessante ver alguns vislumbres do futuro Universo Marvel no surto dela).

Amazing-Spider-Man-695-teaser

Sobre o Autor

Colecionador de quadrinhos desde A Morte do Super-Homem (antigamente, era assim que se escrevia). Já o Homem Aranha foi a fatídica saga do Clone que, podem me criticar, eu gostei, embora tenha acabado muito ruim e terem exterminado qualquer consequência. Historiador de formação que ainda sonha em ser arqueólogo.

VÍDEOS

Navegador de Podcasts





PADRIM

Padrim3

Visite Nossa Loja Virtual

Loja Virtual

CANAIS

Feeds Twitter You Tube Instagram Facebook

Fan Page

9ª Arte