André Marques On maio - 10 - 2014

A Teia do Homem-Aranha 23

A edição de A Teia do Homem-Aranha de fevereiro trouxe a minissérie Carnificina Mínima, um crossover entre o título do Venom (por Cullen Bunn) e o do Aranha Escarlate (por Chris Yost). Além disso, troxe-nos também Venom 27.1, dando continuidade ao plot iniciado pelo Bunn após a saída do Rick Remender.

A mini tem uma premissa bem semelhante à qual faz referência, a Carnificina Total, dos anos 90, que aproveitou a popularidade dos simbiontes e que acabou indo para outras mídias, como os games. Em Carnificina Mínima, também vemos o Venom unido a outro herói para enfrentar o Carnificina. Mas desta vez, ele é Flash Thompson, o A gente Venom, que não se une ao Homem-Aranha, mas a seu clone Kaine, que hoje leva uma vida heroica em Houston, Texas, como o novo Aranha Escarlate.

mincarna2012001covjpg-9d74b4_640w

Na Montanha dos Thunderbolts, ocorre o resgate de Cletus Kasady, no qual ocorre também uma chacina dos outros detentos. O Agente Venom é chamado para conter o ocorrido, mas chega tarde demais. Cletus vai para Houston e já começa a entrar em ação, incendiando um apartamento, em busca de uma mulher. Kaine entra lá e encontra um homem, que era o marido da tal mulher, a doutora Ketola, criadora do projeto chamado Prometheus. E é para lá que o Carnificina se dirige, onde a doutora está sendo interrogada por Katy Kiernan, repórter que é colega do Agente Venom. Mas não demora para o Aranha Escarlate chegar e começar a atacá-lo. Com a ajuda de um grupo de seres do Microverso, o Carnicifina é levado para lá usando o poço de Prometheus, levando Katy.

Venom e Aranha Escarlate vão juntos para lá, mas acabam indo para lugares diferentes. O Agente Venom é encontrado pelos Micronautas, grupo heroico que é formado por Arcturus Rann, Marionette, Besouro (que às vezes faz parte dos Guardiões da Galáxia), Quark e Faísca; e Kaine, pelo Redentor, considerado o Deus de lá. O Carnificina recebe a missão de matar o Redentor. Venom e os Micronautas sofrem ataques (com o simbionte se descontrolando, mas Flash consegue contê-lo) e são capturados. O Aranha Escarlate sofre um ataque de uma gigante criatura e, após derrotá-la, ele e o Redentor vão ao local onde fica o grande vilão daquele universo, o  Marquês Radu. Porém, lá encontrava-se o Carnificina, que já começa outra luta contra o Kaine. O Radu era quem havia comandado o ataque aos Micronautas e o Agente Venom. Seu objetivo (é a conquistaaaa!) é matar o Redentor e usar os simbiontes para criar um exército. E assim é feito. O Carnificina é levado até lá e é contido junto com o Venom para serem usados para tal finalidade. O Agente Venom e o Aranha Escarlate conseguem acabar com o exército e o Carnificina  foge para o Macroverso.

2114145-1323112183

A dupla volta a seu mundo junto com a Katy; porém, não em seus tamanhos normais, efeito que foi causado devido à viagem e que teria tempo limitado. Eles estão em Houston, onde o Carnificina já está fazendo outra onde de assassinatos. Ao voltarem ao tamanho normal, Venom e o Kaine ficam com mais condições de enfrentá-lo. Aquele usa uma bomba sônica que contém o Carnificina. Venom diz que ele será preso, mas Kaine não acha suficiente e corta sua testa, o que o lobotomiza e o deixa totalmente ligado ao simbionte. Apesar de estar preso, ele é muito mais perigoso agora.

VenomCoverFinal_JoeQWebA última edição da revista é apenas um prolongamento do plot iniciado por Bunn, com o simbionte sendo controlado por demônios (após os eventos mostrados em A Teia do Homem-Aranha 21). Nela, é mostrado um pouco mais do passado de Flash (como ele atormentava seus colegas de escola) e o trauma da sua mãe depois dos eventos com o Sexteto Selvagem. Após uma conversa com o Peter, Flash diz que não vai mais viver em Nova Iorque.

Não dá pra deixar de falar nessa minissérie sem deixar mais uma reclamação pelo fato de a Panini não ter publicado o título do Aranha Escarlate no Brasil. Afinal, sem essa leitura, não entendemos bem as ações do personagem nessa minissérie; principalmente quem não o conhece.

As histórias aqui resenhadas foram publicadas em Minimum Carnage: Alpha 1; Scarlet Spider 10 e 11; Venom 26 e 27; Minimum Carnage: Omega 1; e Venom 27.1.

Na próxima edição, que reiniciará a numeração (apesar de o título do Venom não ter entrado na iniciativa Marvel Now nos EUA), teremos mais edições do Venom e o início da minissérie em cinco partes Carnificina Superior, por Kevin Shinick. Até lá!

Confira também o Thwip View desta edição.

Sobre o Autor

André Marques (antes autor do The Amazing Spider-Blog, theamazingspiderblogg.blogspot.com.br) tem 21 anos e é de Recife-PE. Costuma ler a Marvel desde 2006, tendo como personagens favoritos o Homem-Aranha, Mulher-Aranha (Jessica Drew) e Jessica Jones.

VÍDEOS

Navegador de Podcasts





PADRIM

Padrim3

Visite Nossa Loja Virtual

Loja Virtual

CANAIS

Feeds Twitter You Tube Instagram Facebook

Fan Page

9ª Arte