Gustavo Mannarelli On dezembro - 5 - 2019

Resenha: Venom #20

Atenção, esse post contem informações inéditas no Brasil e Estados Unidos.

Um simbionte pra cada megassaga…

Plot: A edição começa com o Criador, fugindo pelo esgoto e assistindo no conforto da casa dele o que acontece no final dessa megassaga, com um interesse em particular no Dylan Brock. Ele explica pros chefes que a razão do interesse é porque o Dylan nasceu da união do simbionte com um feto humano, e parece ter desenvolvido habilidades acima do esperado. Pra finalizar o Reed teoriza que os simbiontes anteriores todos nascem no preludio de uma nova megassag… calamidade. Ao que tudo indica o simbionte de considera parte da “colmeia humana” e o Criador só fica imaginando que megassaga que está à caminho pro simbionte julgar necessário o nascimento do Dylan.

 

 

 

 

Enquanto isso, após o fim de Carnificina Absoluta, o Eddie e o Dylan tem uma conversa pesada, visto que o moleque acha que o pai dele não o queria e o abandonou com o avô abusivo. O Eddie logo esclarece que ele foi um pai ausente por não saber da existência do filho, não por opção, e promete cuidar dele agora. No fim ambos fazem um pacto de não terem mais segredos, que o Dylan quebra na hora por não contar dos poderes dele, e partem com o Dylan curioso pra saber sobre a mãe.

 

 

 

 

 

 

Voltamos então pro Criador, que explica pros chefes o porquê do interesse nos simbiontes. Acontece que o Reed, nas tentativas de voltar pro universo dele, descobriu que as viagens afetam negativamente o corpo dele, mas numa das viagens ele conseguiu trazer algo relativamente intacto: o simbionte ultimate, que ele pretendia reparar com os codices. Vemos então que os chefes do Criador são ninguém menos que o Clube do Bolinha interdimensional, o Conselho dos Reeds, e que o Criador precisa voltar pro universo dele e “salva-lo“, algo que o Criador promete que fará, não importa o quão árduo e sanguento seja.

 

 

 

 

Analise: E com isso temos as sementes dos próximos arcos do Venom plantadas. A trama é bem interessante, apresentando informação nova e drama na medida certa, e a arte capta tudo perfeitamente. Ansioso pra ver o que virá a seguir na HQ do Venom (conseguiam imaginar alguém um dia dizendo isso sem ironia?).

O problema fica só nessa dificuldade desse Reed de ir pro Universo Ultimate, sendo que até o Mysterio conseguiu isso (e ele nem é cientista).

Nota: 8,5

Sobre o Autor

Só mais um daqueles fakes da internet que por acaso também é fã do Homem-Aranha.

VÍDEOS

Navegador de Podcasts





PADRIM

Padrim3

Visite Nossa Loja Virtual

Loja Virtual

CANAIS

Feeds Twitter You Tube Instagram Facebook

Fan Page

9ª Arte