Gustavo Mannarelli On fevereiro - 4 - 2020

Resenha: Scream: Curse of Carnage #3

Atenção, esse post contem informações inéditas no Brasil e Estados Unidos.

Hora de dar um mergulho.

Plot: A edição começa com um flashback lá da luta do Thor contra o Grendel séculos atrás (melhor detalhada aqui) e como a Mãe de Grendel reagiu super bem à suposta morte do companheiro, como os pobres camponeses sentem na pele. No presente o cenário no F.E.S.T.A. também não é muito melhor, com a Andi tendo ainda que matar de novo um dos cadáveres antes de poder responder as perguntas da policia. Após esse incidente, a Grito decide ir até a fonte disso, mergulhando no oceano enquanto a Andi e o simbionte discutem sobre a mãe da Andi.

 

 

 

 

 

Após encontrar um cadáver na base da Mãe do Grendel similar a mãe da Andi e o destruir sem pensar duas vezes (o mesmo golpe não funciona duas vezes contra o mesmo simbionte), a Grito dá de cara com a Mãe de Grendel, que tenta agarrar a Grito só pra ter os olhos furados (duas referencias à Cavaleiros do Zodíaco no mesmo paragrafo). Com isso tem inicio uma luta submarina da Grito contra os “primos” dela, que começa a retalha-los com o seu cabelo, tudo enquanto a Mãe tenta convencer o simbionte à se unir à ela e Knull. Infelizmente a Mãe de Grendel sabe umas mágicas e derrota a Grito com o bafo do Godzilla, encerrando a edição com a Andi tendo alucinações com a familia e o Flash Thompson enquanto se afoga e o simbionte está nas mãos da Mãe.

 

 

 

Analise: Não há muito o que dizer dessa edição, que é em grande parte só porradaria e morte gore. As referencias à Lovecraft estão à toda, com direito à Grito virando um profundo ao mergulhar na água. A arte também continua muito boa.

Nota: 8,0

Sobre o Autor

Só mais um daqueles fakes da internet que por acaso também é fã do Homem-Aranha.

VÍDEOS

Navegador de Podcasts





PADRIM

Padrim3

Visite Nossa Loja Virtual

Loja Virtual

CANAIS

Feeds Twitter You Tube Instagram Facebook

Fan Page

9ª Arte