Gustavo Mannarelli On fevereiro - 13 - 2020

Resenha: Venom #23

Atenção, esse post contem informações inéditas no Brasil e Estados Unidos.

Alguém precisa de uma mãozinha?

Plot: A edição começa com o Eddie ouvindo a própria voz na cabeça (na ausência de outras), enquanto trata do ferimento no braço onde costumava haver uma mão. Pulamos pro Dylan e o Sleeper, onde o ultimo tenta convencer o moleque a destruir o pedaço do Carnificina que ele possui, mas em vez disso o moleque tenta se unir a ele, percebendo que o mesmo não só não pode se unir ao simbionte como ainda o infecta e o tortura, pro horror do Sleeper. A cena encerra com o Dylan revelando sobre os sonhos dele com o Knull e o seu desejo em ver o Deus do Abismo.

 

 

 

 

 

O Dylan começa então a ter visões através do simbionte com o pai dele, subindo uma montanha até uma torre de metal, e ao tentar alcançar o topo, ser atacado por macacos infectados pelo Carnificina. Quando o Carnificina começa a se ligar ao Eddie, vemos então que o plano era fazer o simbionte ser atingido por um raio, que joga o Eddie do alto e separa o simbionte do Venom do do Carnificina. O Eddie desmaia então e a edição encerra com o Eddie acordando num helicóptero com o Capitão America, que contra a vontade do Eddie manda bombardear a ilha, com os 2 simbiontes nela.

 

 

 

 

Analise: Pois bem, Donny Cates, agora você tem minha atenção. A edição é em maior parte só briga (boa briga), mas o gancho me deixou bastante curioso, especialmente com um novo evento do Aranha e do Venom chegando esse ano. A arte do Bagley continua na mesma, e quem for fã vai curtir.

Nota: 7,0

Sobre o Autor

Só mais um daqueles fakes da internet que por acaso também é fã do Homem-Aranha.

VÍDEOS

Navegador de Podcasts





PADRIM

Padrim3

Visite Nossa Loja Virtual

Loja Virtual

CANAIS

Feeds Twitter You Tube Instagram Facebook

Fan Page

9ª Arte