Gustavo Mannarelli On março - 12 - 2020

Resenha: Venom #24

Atenção, esse post contem informações inéditas no Brasil e Estados Unidos.

Maus sonhos.

Plot: A edição começa no hospital, onde o Eddie passou as ultimas semanas se recuperando e ainda sente falta tanto da mão quanto do simbionte, ambos largados e explodidos na ilha. O Eddie pode sentir pela cara dos Vingadores que o papo que vem não será bom, e ele está certo, pois o Dylan aparece só pra dizer que não vai mais morar com o pai. Pra piorar, o Eddie tem estado inconsciente tem meses e o Knull já chegou na Terra e está matando geral. O Eddie tenta fazer alguma coisa quando o filho e o Capitão America estão indo embora, mas o doutor vem trazer o remédio do Eddie, e acontece que o doutor é o Cletus Kassidy, e o remédio é o Carnificina. O Eddie nunca saiu da ilha, após o raio da ultima edição o Carnificina começou à tomar pra si o corpo do Eddie.

 

 

 

Enquanto o Carnificina controla completamente o Eddie, o Dylan acessa através do fragmento do simbionte dele a colmeia dos simbiontes, sentindo o problema que está acontecendo na ilha. Após criar um tipo de portal, o Dylan se conecta com o Simbionte Venom que explica o que está acontecendo. Pra ajudar, então, o Dylan se conecta psicologicamente com o Venom, fortalecendo ele da mesma forma que o Knull já fez, e a edição termina com o Venom, na forma de Tiranossauro, indo confrontar o Carnificina.

 

 

 

 

 

 

Analise: Tivemos uma virada de 180 graus nessa edição. Tô curioso pra ver como tudo vai se desenvolver. A arte do Bagley continua boa e quem é fã vai curtir.

Nota: 8,0

Sobre o Autor

Só mais um daqueles fakes da internet que por acaso também é fã do Homem-Aranha.

VÍDEOS

Navegador de Podcasts





PADRIM

Padrim3

Visite Nossa Loja Virtual

Loja Virtual

CANAIS

Feeds Twitter You Tube Instagram Facebook

Fan Page

9ª Arte